segunda-feira, 27 de outubro de 2008

I'll fade away, the night is calling my name, You will stay, I'll sail away

Ai ai... lá vamos nós, desabafo de novo:

Discutir com os pais, parte inevitável da vida de qualquer adolescente não? Normalmente é por motivos fútei e banais ( na realidade, praticamente qualquer discussão o é), mas é impressionante como pode se tornar algo grave... comentei com meu pai como a mãe de um amigo agia com ele e meu pai disse que eu devia ir pra família dele, sinceramente, tive vontade de bater no meu pai nessa hora, o comentário foi sim uma crítica a certas atitudes do meu pai, mas não nesse sentido e sim dizendo que ele podia simplesmente dar uma afrouxada nas rédeas, até entendo que esse desejo de estar mais livre é natural da minha idade e tudo o mais, mas ainda assim, parece até que ele nunca teve minha idade, já nasceu com seus quarenta e tantos e não entende como é ser jovem e ter o mundo a sua frente, e querer o mundo sob seus pés, ele fala como se o fato de ser um adulto agora o tornasse incapaz de compreender o que se passa na mente de um pirralho imaturo (até certo ponto) de míseros 16 anos, ele diz que o que eu quero não pode me ser concedido por que incomodaria outras pessoas (não vou entrar em detalhes, não vale a pena), mas pro inferno com elas! Quem vai ser incomodado não é ele, são essas outras pessoas, não entendo o por que de ele, e não elas, se incomodar com isso, há pessoas em que há egoísmo de sobra, mas também há outras em que falta, não estou nem sequer disposto a continuar no assunto com ele, aliás, ultimamente não ando disposto a nada com ninguém praticamente, tenho me sentido sozinho também, mas dane-se! Acima de tudo, tenho sentido raiva de algumas pessoas de quem não costumava sentir, e boa parte disso é culpa delas e minha, mas também não quero falar com elas sobre isso...
As vezes até a solidão parece boa... irônico não? Estar sozinho, apesar de cercado de pessoas...

And so we go o/

Música do Dia: The Rasmus - Sail Away

3 comentários:

João Carreño disse...

Algo complexo de se comentar não...
relações familiares são realemente difíceis...
Acho que talvez sejam simples.. e nós as tornemos complexas...
Observamos os acontecimentos dos nossos pontos de vista e muitas vezes não refletimos sobre o ponto de vista dos outros...
Acredito que não exista certo ou errado nesse tipo de situação... cada pessoa tira suas conclusões de acordo com suas opiniões... com sua bagagem cultural... com sua experiência... e muitas vezes entram em conflito... é natural.. se o homem não entrar em conflito ou se questionar nunca vai evoluir... o jeito é ser tolerante e levar a vida.

Geisson Fernando disse...

Não sei pq, mas tive a impressao que qando seu pai mandou vc ir pra a familia do seu amigo, ele disse de forma eufemica: "vá te catar" =D
As pessoas evoluem e amadurecem com os erros que cometem, por mais simples que sejam. O prob de muitos pais é a superproteção de evitar a qalqer custo q a gente cometa os mesmos erros q eles (por menores q sejam), por isso qando eles tem nossa idade reclamam dos pais, mas qando viram pais, são ainda piores e continuam reclamando, agora dos filhos. O povo gosta é de reclamar =P

Anderson" disse...

Cara é por ter tido nosso idade que eles fazem esse tipo de burrada (falando assim até estou pegando leve com eles), morrem de medo que façamos as coisas insanas que eles faziam na nossa idade, o que é uma prova de que eles não conhecem os filhos que tem, porque se me perguntarem eu responderia que nem me passa pela cabeça fazer coisas do nível que eles faziam na nossa idade, afinal não sei por que mais eles eram bem mais inconseqüentes do que nos, e na boa a maior parte das coisas que eles fazem ou falam sai de forma incoerente e sem sentido nenhum, e mesmo quando percebem que estão errados não mudam de opinião e continuam batendo na mesma tecla só para não dar o braço a torcer... mais vindo de mim ficam até duvidosas essa palavras, afinal você colhesse minha família né (acho que estava mesmo falando mais da minha que da sua, se bem que no fundo eles são a mesma coisa, pai e mãe e isso é como dizem só muda o endereço porque o resto...)