sábado, 1 de maio de 2010

Sobre cores e coloridos.

Howdy meu povo, finalmente um novo post de opinião, a verdade é que eu tinha um monte de contos que eu parei no meio e me deu preguiça de continuar. (Queria ler mais? Reza pra algum dia sair um livro meu.)

Vamos falar de um assunto bem legal: O recente acréscimo cromático que a música popular vem sofrendo, vulgo, os coloridos do rock.
Eu nasci em 92, então não cheguei a ver muitas das melhores bandas do mundo em seu apogeu, mas por sorte eu me tornei uma pessoa de bom gosto o suficiente pra aprender a apreciá-las.
Recentemente tem havido o surgimento da coisa mais escrota dos últimos tempos: O "Rock" Colorido. (Usei as aspas porque nem fodendo aquela porra é rock.)
Para quem não sabe o que é, imagina a tosquice do fresno ou do nx zero se fundindo com os power rangers, ursinhos carinhosos ou teletubbies; Pronto! Você tem uma banda de coloridos, que não são mais do que emos policromáticos e mais dançantes.
Eu não cheguei a crescer com os grandes medalhões do rock que eu idolatro (Fuck, O Kurt Cobain morreu quando eu tinha dois anos), mas eu aprendi por experiência própria a apreciar a música bem feita, não digo estruturalmente, já que o punk por exemplo nunca foi um estilo virtuoso, mas bem feita no sentido de conteúdo. Os músicos antigamente tinham uma mensagem a passar, algo de importante a dizer, coisa que parece que sumiu, não excluo que os músicos mais antigos queriam ganhar dinheiro, mas acima disso, havia um comprometimento com a qualidade do trabalho, coisa que foi erradicada, hoje em dia basta fazer sucesso, foda-se se uma geração inteira vai ser tão estúpida quanto um ovo cozido, nós queremos é o dinheiro.

E o pior é a molecada realmente achar que a música é boa, defender o gosto e tudo, dizer que quem critica está "com inveja do sucesso do Cine/Restart/Qualquer-banda-ridícula-que-é-resultado-de-falta-de-surra-quando-era-pequeno.". Primeiramente pivetaiada pão-com-ovo que gosta dessas bandas purpurina&gliter, sucesso não é igual a talento, vide parangolê, calypso e todo o resto das porras que abundam pelo mercado fonográfico brasileiro e/ou mundial; segundamente, não é inveja, é tipo quando você vê um jogador muito ruim jogando no seu time do coração, o rock é o nosso time e vocês, emos/coloridos/qualquer-coisa-que-não-sabe-ser-gay-com-dignidade, são o pior jogador que a humanidade já viu, até surgir uma modinha pior que vocês.



Pelo menos eu cresci vendo bandas como The Killers. The Strokes, Artic Monkeys, fazerem sucesso, elas não são do nível de Stones, Motörhead, The Clash ou The Who, mas com certeza representam o objetivo do rock.

O que nos traz outro ponto importante: O Objetivo do Rock.
Qual o objetivo do rock? Bom vamos ver:
"O Rock and Roll é a marcha marcial de todos os delinqüentes juvenis sobre a face da Terra." Frank Sinatra
O Rock é sobre revolta, sobre romper com a sociedade e os valores vigentes, sobre rebelião e insatisfação. Qual é a revolta dessas bandinhas coloridas? Sobre haverem roupas que os homens não podem usar (tipo calcinhas)? Revolta contra "este mundo monocromático, frio e cruel" (de cu é rola)? Sinto muito coloritubbies, nunca serão.

A própria história mostra quem vai ficar e quem vai ser esquecido, Stones lota estádios onde vai, Iron Maiden foi considerada a melhor banda ao vivo DA HISTÓRIA, qual foi a contribuição dos emos? A aceitação da sociedade ao bissexualismo entre grupos de pré-adolescentes? E a dos coloridos? A descoberta de novas combinações de cores pras pessoas usarem as roupas? É, o rock não morreu, mas tem alguns infelizes que não desistiram.

Deixo vocês com uma reflexão:

Bom uso das cores.



Mal uso das cores.


I love it loud. o/

6 comentários:

Têgêó disse...

eles vão xingar no twitter, muito. sério.

cresci ouvindo Offspring e Green day, nóis q voa

Têgêó disse...

nem esquenta, daki a 5 anos jah sumiram os coloridos e vai nascer o emo-funk

Carlos disse...

Muito bom seu texto, concordo com tudo!

João Carreño ou Kitsune disse...

omfg emo-funk no.. pls...

Bom... moda passa neh... espero eu...

Maria Luísa disse...

ueh naum tinha abandonado o blog?

Maria Luísa disse...

emo funk??O.o (medo)
moda ateh prassa mas isso naum eh moda eh praga!!!=X