quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Californication (não é o do Red Hot)



Bom, post nada a ver com o que eu costumo comentar aqui, mas eu acho que por diversos motivos esse post merecia ser feito, e eu vou explicá-los aos poucos.
Primeiro: Não, este não é o albúm da banda Red Hot Chili Peppers, muito menos a música homônima da mesma banda, este post fala de uma das melhores produções televisivas atualmente, e que por várias razões provavelmente não seja exibida na tv aberta. ;D

A série trata sobre Hank Moody, um escritor que há alguns anos passa por uma crise criativa, depois de um grande sucesso, e que vive uma vida bastante desregrada, à base de bebidas, cigarros, mulheres e desavenças (que vez por outra levam a uma briga). Bastante desbocado, arrogante e irônico, ele é a peça central de um drama que trata da vida dele; depois de ser abandonado pela ex-namorada(com quem tem uma filha), ele recebe o convite de escrever um blog para uma revista, que por acaso pertence ao atual namorado de sua ex. Dedicado a ter de volta sua ex em sua vida (nem tão dedicado assim) ele continua levando sua vida de autodestruição e ironia, embora agora tenha um objetivo. Modelo de ambivalência entre talento e instabilidade, ele não se preocupa com nada a não ser a próxima mulher, a próxima bebida, o próximo trago ou a próxima briga. Adora irritar seu patrão, e seu agente, o humor recheado de drama dá o tempero à série, e as altas doses de sexo e drogas a coroam com platina.
Além de Hank "homem que poderia fazer Dr. House parecer um escoteiro" Moody, o cara mais autodestrutivo, irônico, fdp e cool que existe, outros personagens dão seu toque à série:
Karen van der Beek: Ex-namorada de Hank, apesar de querer esconder, ainda sente algo por ele.
Rebbeca "Becca" Moody: Filha de Hank e Karen, tudo o que quer é ter os pais juntos de novo.
Além deles há: Charlie Hunkle (editor e "amigo wilson" de Hank Moody), Bill Lewis (noivo de Karen).

Vou terminar por aqui, e deixar vocês querendo assistir essa que na minha opinião é uma das melhores séries novas que tem.

Música do dia: Skid Row - 18 and life (de novo, não achei o clipe e peguei essa ao vivo de merda >.<)


PS: Só mais um motivo pra vocês assistirem californication: É estrelada por David Duchovny (Fox Mulder de arquivos X).

Coisas que aprendemos assistindo Californication:

Garotas de 16 anos nem sempre aparentam essa idade;

God Hate Us All é um ótimo título para um livro;

Acordar com uma estranha é melhor do que uma noite sozinho;

Para ser um comedor não é preciso abandonar o cavalheirismo;

Quando você acaba de acordar, o melhor a se fazer é acender um cigarro;

Quando você briga com a patroa, o melhor a se fazer é acender um cigarro;

Quando alguém põe uma arma na sua cabeça e leva o seu carro, o melhor a se fazer é acender um cigarro;

Californication não é para crianças.

Cheers o/

3 comentários:

Luiz Carlos Moraes disse...

Homem que faz House parecer um escoteiro?

Só esse comentário bastaria. Tenho que ver isso (embora duvide muito que seja verdade).

Paola disse...

Pareceu chato.
Prefiro House ^^

Douglas John Paul Gallagher disse...

HAUHAUHAUHAUAHUAHAUHA....karaleo eu tenho qeu assistir isso?